Conhecimento – a arma para salvar o futuro

(Baseado em uma aula de Ciências que eu dava para o EJA – Ensino de Jovens e Adultos)

1ª parte da aula: o trânsito de São Paulo

Certo dia (na verdade, na maioria dos dias) eu estava no túnel que dava acesso a av. dos Bandeirantes quando os carros começaram a andar mais devagar.

Tunel Maria Maluf

“Pensamento positivo!!! Poderia ser simplesmente um carro quebrado na saida do túnel…”

Ando mais alguns metros até sair do túnel e começo a ver que as coisas estão começando a ficar feias…

Saida do Tunel

“Mas tudo bem… vai ver que é mais um daqueles acidentes com motoboy.”

Subo a ponte que cruza a Rodovia dos Imigrantes já pensando que quando chegasse na descida…

Ponte…

“expectativa… to descendo… to descendo…”

Nãããããão

“NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃO!! TUDO PARADO ATÉ O HORIZONTE!!!”

Esse é o martírio diário de quem tem que andar pela av. dos Bandeirantes, “via expressa” que leva o pessoal da Zona Sul até a Marginal Pinheiros.

O maior problema é que TODOS os caminhões que saem do Sistema Anchieta – Imigrantes (a maioria proveniente do porto de Santos) e que tem como destino o Interior de SP, Região Sul (PR, SC ou RS) ou a região Centro-Oeste (MS, MT, GO), TEM QUE PASSAR pela Av. dos Bandeirantes, já que as rodovias que ligam essas regiões saem da Marginal Pinheiros.

Resumindo: Todo Caminhão TEM QUE CRUZAR por dentro de São Paulo para chegar aos seus destinos! Por causa do excesso de veículos perdemos tempo, dinheiro, queimamos combustíveis fósseis, temos poluição visual, sonora e do ar, acidentes, liberamos CO2 (gás do efeito estufa) e enxofre (causadora da chuva ácida) para a atmosfera, etc etc etc!!! UM CAOS!!

Qual a solução para isso tudo? Colocar trens seria uma boa, mas nenhum governo investe em ferrovias. Transporte público não resolveria o problema do número de caminhões.

Hummmm… que tal fazer com que os caminhões NÃO PASSEM POR DENTRO DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO?

ISSO!!

Pensando nisso, o Governo do Mário Covas aprovou um projeto ousado onde pretende construir uma rodovia que passe em volta de São Paulo, interligando todas as rodovias! Com isso os caminhões não precisarão passar por dentro de São Paulo, e ai será o fim de toda essa bagunça!!!! Eis o RodoAnel!

Rodoanel

Será o fim dos nossos tormentos!!!

Quem é a favor da construção do Rodonel?

(todos diziam “EEEEEEEEEEEEEUUUUUU”! Fim da aula)

2ª parte da aula… volta do intervalo

Pense em uma floresta sendo destruida!!!! Pensou? Em qual você pensou? Amazônia? Pantanal?

Por acaso alguém pensou em Mata Atlântica?

Pois é! Ninguém se lembra de Mata Atlântica simplesmente porque ela praticamente não existe mais! Acredite se quiser, mas segundo o SOS Mata Atlântica, somente 7% ainda permanece preservado, sendo boa parte incrivelmente no Estado de São Paulo.

Quase tudo devastado

E advinhe por onde vai passar parte do Rodoanel?

Como se não bastasse, sempre que temos uma rodovia movimentada temos crescimento de cidades, o que leva a mais destruição. Ainda mais em regiões de mananciais…

E agora, quem é a favor da construção do Rodoanel?

(burburinho e discussão na sala de aula)

*****************************************

A idéia da aula em si não era fazer os alunos serem contra ou a favor da construção do Rodoanel, e sim mostrar que devemos sempre ouvir todos os lados da história antes de tomar uma decisão! E que essa decisão nunca deve ser definitiva, já que nós nunca sabemos de tudo!

As pessoas vivem falando de reciclagem!! Mas a reciclagem sequer deveria existir no mundo!!! Deveriamos reduzir a produção de nosso lixo e reutilizá-lo o máximo que fosse possível!! Reciclar lixo demanda muita energia retirada da natureza!!! E isso quase ninguém sabe!

[ editado] Estava respondendo a um email da Ana Carmen e me veio um outro exemplo que discutimos nesse texto e no episódio 7 do podcast Decodificando. O que vale mais a pena: Usar garrafa pet ou garrafa retornável?

Aparentemente todos diriam “garrafa de vidro retornável”, porém a garrafa de vidro para retornar ao mercado necessita ser lavada, e isso gasta muita (MUITA) água e produtos químicos! Além disso a garrafa deve retornar para a empresa e isso também envolve gasto a mais de combustível.

Já até saiu uma tese de mestrado na UNICAMP sobre isso. Maiores informações nos comentários da Paula no post sobre a Gestão do Lixo lá do Decodificando.

[/editado]

Portanto, antes de tentar salvar o mundo, conheça sempre todas as partes! Muitas vezes sua tentativa de Salvar o mundo pode destruir o mundo de alguém…

***************************

Bloggers Unite - Blog Action Day

este post é minha contribuição para o Blog Action Day, onde o assunto levantado esse ano é “Meio Ambiente”. Alguns posts que eu li e recomendo:

Meio ambiente também é problema seu – Dia de Folga
Imagens que valem mais que mil palavras – Rastro de Carbono
Blog Action Day – Blog do Plástico
Verde, azul e transparente – Ladybug Brazil
Blog Action Day propõe um só papo no dia 15: ambiente – Ana Carmen

O que é o Blog Action day?
Blog Action Day: participe você também! – Blog ajuda

Technorati :

12 thoughts on “Conhecimento – a arma para salvar o futuro

  • 15/10/2007 at 10:36 pm
    Permalink

    Juro que na hora a 1a coisa que eu pensei foi no cerrado… rs rs rs

  • 16/10/2007 at 1:45 am
    Permalink

    Jonny queridão.
    Este foi de primeiríssima. Maravilhoso! é a história que se repete. Foi o que rolou com as florestas da Europa. Assim os búfalos sumiram dos prados americanos. E nós aqui, vamos repetindo a tristeza, sem ver.

  • Pingback: Blog Action Day | Escrita Torta em Linha Reta

  • 16/10/2007 at 12:03 pm
    Permalink

    Hehhehe muito bom o post pro Blog Action Day, acho péssimo o trânsito em sp….
    Enfim muita gente fez sua colaboração para o BAD.

    Abraço

  • 16/10/2007 at 2:34 pm
    Permalink

    Muito bom Jonny, mais ainda fiquei na dúvida: vai ter o “Rodonel” ou não vai ter? Vamos continuar com os engarrafamentos, poluições ou vamos destruir a mata? Muito delicado o assunto, ainda mais para leigos como eu… (que tal rodizio de caminhão também, hein?)

    🙂

  • 16/10/2007 at 2:53 pm
    Permalink

    A parte Oeste já está em pleno funcionamento (Régis, Raposo, Castelo, Anhanguera, Bandeirantes).

    O trecho sul começou a ser construido em setembro do ano passado e a previsão é para 2010.
    O início das obras atrasaram por causa da demora do relatório de impacto ambiental

    O trecho leste só vai começar em 2010 (se começar). O custo dele será elevadissimo por causa das desapropriações, já que passará no meio da cidade).

    O trecho norte aposto e ganho que não será construido já que ele terá que passar no meio da Serra da Cantareira. Além de ser extremamente caro, o impacto ambiental seria absurdo!
    De qualquer jeito, a previsão é de inicio em 2014.

  • 16/10/2007 at 4:08 pm
    Permalink

    Jonny parabéns pelo post! muito legal sua experiência com seus alunos.

  • 16/10/2007 at 7:45 pm
    Permalink

    Certa vez ouvi que os galões de água americanos, que aqui são plásticos, não são lavados, mas sim aquecidos, o que garante a morte da maioria das bactérias, ou quase todas, e não derrete o vidro

  • 17/10/2007 at 11:38 am
    Permalink

    Ostrock

    O problema do aquecimento das garrafas é que eles não eliminam aquela “poeira” da garrafa que fica parada por alguns dias…

    Acho que isso funcionaria com garrafas de fanta laranja, já que sempre tem aquela “coisa” que fica no fundo. Ai ninguém iria perceber! rs rs rs rs rs

    Acho que o melhor jeito é beber água encanada! mas ai eu seria muito radical! rs

  • 17/10/2007 at 11:57 pm
    Permalink

    MAs ai a quantidade de aguá pra tirar a poeira é bem menor, já dá uma ajuda…

    O problema da água encanda é que por mais que ela saia da estação de tratamento com a melhor qualidade não pra garantir que assim vá chegar na casa por conta do encanamento tanto o público como o da casa do sujeito.

  • 01/06/2008 at 2:01 pm
    Permalink

    e bpommmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *