Campus Party – Substitua a palavra “jornalista” por “blogueiro” e veja se não faz sentido?

Discurso Interney

[Editado] Hoje conversei com o Edney, e ele me explicou a situação do comentário dele. Um dos palestrantes comentou que o “post patrocinado é o Mensalão da Blogosfera” e terminou chamando o Edney (que estava na platéia) para comentar a opinião dele… A resposta do Edney foi para o jornalista. Quem mandou eu chegar justamente nessa parte…

Maiores informações no post dele – Campus Party – Blog Content – Jornalistas e Blogueiros . A opinião dele é muito parecida com a minha…
[/editado]

Na boa… No próximo bingo da Blogosfera a palavra mais manjada de todas vai ser qualquer variação da briguinha “Blogueiros X jornalistas”. Isso já encheu mais o saco do que falar de monetização de blogs, onde qualquer palestra como “qual o melhor jeito de fotos para blogs” acabava caindo em “jeitos de ganhar dinheiro”.

Ontem por exemplo: Depois da apresentação dos palestrantes (eu peguei somente o final), ao abrir as perguntas o Edney, do Interney.net começou um discurso que eu estava concordando com a idéia dele, até o momento que ele começou a criticar a “velha mídia” e veio com a pergunta: “Você checa a fonte do jornalista?? Cadê a fonte?“. E começou um discurso que também serviria de exemplo no meu post sobre tentar convencer pessoas

Interney comentando

A partir de agora proponho um exercício para todos que criticam a “velha mídia”: Experimente trocar a palavra “jornalista” pela palavra “blogueiro” e veja se a afirmação também não faz sentido… Você checa a fonte do blogueiro??

“Claro Jonny, blogueiro sempre linkam suas fontes…”

Ótimo. Só que a fonte sempre é um outro blog ou alguma reportagem de jornalista! Afinal, quantos blogueiros que você conhece fazem realmente algum trabalho investigativo antes de fazer um post??? De cabeça não me vem ninguém…

“Mas Jonny! A idéia de blogs é deixar uma opinião!!!”

Também é. Mas toda boa opinião precisa de um bom embasamento teórico ou conhecimento de causa. Conhecimento de causa normalmente se tem com a experiência, mas embasamento teórico é basicamente ir buscar a melhor informação. Se o que o Cardoso diz (Blogueiro não tira a bunda da cadeira para escrever um post), então de onde raios tiramos (eu me incluo nessa também) informações para dar nossa opinião?

Bloqueio do acesso ao Google

(Printscreen feito pelo Henrique C. Pereira, do blog Revolução Etc)

Para mostrar o problema da investigação, vou usar de exemplo o fato do “bloqueio do Google” que aconteceu ontem no Campus Party. 3 blogs comentaram a respeito: o Renê Fraga, do blog Google Discovery, adotou um discurso mais informativo, só comentando o fato da impossibilidade de acesso. O Henrique C. Pereira, do blog Revolução Etc também preferiu informar, mas com uma dose de ironia. Já o Manoel Netto, do blog Tecnocracia, acusou o pessoal da organização do Campus Party de repressora (em certos casos, ela é mesmo…). Veja trecho abaixo:
“Como se já não bastassem as repressões já divulgadas por aqui com relação a regras não estabelecidas previamente, por uma organização “paralela” formada pela equipe de apoio, agora essa censura tecnológica, bloqueando os usuários e impedindo-os de efetuar buscas, checar e-mails, verificar seus feeds, suas agendas, etc.” – Tecnocracia

Mas o que eu queria mostrar na verdade é que nenhum dos 3 falou sobre alguma investigação para anexar informações. Alguém fez um portscan ou “sniffou” a bancada para tentar achar o possível problema? (já que era de conhecimento que o bloqueio era somente de uma bancada). Passou pela cabeça dos blogueiros de ir perguntar para alguém da organização antes de soltarem os cachorros???

O IDGnow (tinha mais um que eu não estou achando novamente) também cobriu o acontecido. Em nenhum momento acusou alguém, procurou alguém da organização para obter uma posição Oficial dos organizadores e ainda por cima entrevistou o engracadinho que fez a brincadeira – Vinicius K-Max, famoso por ter roubado algumas super-comunidades do Orkut há alguns anos atrás! Será que não é isso que falta na blogosfera? Antes de dar uma opinião ou uma informação, uma breve investigação? Será que blogueiros e os jornalistas que eles criticam não estão atualmente no mesmo saco?
Para mim o melhor comentário dessa rixinha toda é do Gustavo Jreige do blog Outros Olhos, que é estudante de jornalismo e macaco velho na blogosfera:

“Não tomo partido, falo “pois é” e dou um sorriso para jornalistas e blogueiros. Eu concordo e discordo dos dois! O que fazer, não é mesmo? Passei já da fase de ficar fazendo lutinhas internas: Meus lados blogueiro e jornalista estão cada mais misturados e quando vêem o Pedro Dória já dão uma risadinha e tentam adivinhar o que ele vai falar (sério mesmo, já fui em tantas palestras com ele que não duvido decorar suas palavras).”

Ps1- antes que alguém me pergunte, SIM, alguns (ou vários) jornalistas também fazem absurdos, como esse excelente texto do Manoel Netto, do Blog Tecnocracia, sobre a PÉÉÉÉSSIMA reportagem da Folha com os blogueiros no Campus Party!

Ps2 – Interney, fiquei espantado!! Justamente você, o maior empreendedor da blogosfera e que está com um projeto novo na área de blogs corporativos, quebrar duas das principais regras do mundo corporativo para futuros negócios: “Se for criticar, critique um concorrente direto, nunca um possível futuro (mesmo que bem remoto) parceiro de peso” e “Se for criticar, faça uma critica pontual, exatamente no ponto que você acha errado, e não uma genérica”.

Ps3 – 90% das pessoas não checam nem a veracidade das balelas de emails

13 opiniões sobre “Campus Party – Substitua a palavra “jornalista” por “blogueiro” e veja se não faz sentido?

  1. Jonny, infelizmente o pouco tempo que me foi dado não permitiu que tudo fosse explicado devidamente, eu não era palestrante, apenas pediram minha opinião e eu dei. Talvez da próxima vez você prefira me chamar num canto e tirar a limpo a história antes de dar a entender em um post que eu quero aumentar as brigas.

    Eu só fiz uma defesa ao contrário, os problemas dos blogs hoje são os mesmos dos jornais, as críticas feitas a blogosfera também servem aos jornais, isso não quer dizer que os blogs estejam certos, apenas que não resolvemos nada, blogs mudaram o tom da conversa, mais ainda são pessoas com os mesmos problemas das que trabalham nos jornais.

    Ps: Eu não tenho concorrente direto, acredito que outros portais de blog estão somando e outras consultorias não tem o foco da BlogContent e não sei exemplos de blogs ou jornais ruins, eu não os leio.

  2. Existem jornalistas que não checam fontes assim como existem blogueiros que não o fazem.

    Assim como existem ótimos jornalistas e ótimos blogueiros. Sempre tem a maça podre.
    Mas, infelizmente, tenho visto muito mais maçãs podres no lado do jornalismo… [Sério, um blogueiro nunca diria que o SDK do iPhone é um "kit faça-você-mesmo" como fez o G1]

    E eu procuro achar uma fonte confiável pra postar algo. Geralmente um press-release.

  3. Jonny,
    Estou a pouco na blogosfera (1 ano) e concordo contigo e digo mais, já passou da hora de parar com essa briguinha ridícula, pois sempre haverá espaço para ambos e olha que hoje temos gente que trabalho nos dois lados.

    Blogosfera tem que tomar consciência da sua capacidade e dos seus limites.

  4. Eu coloquei a foto e previ que a coisa não vinha da organização longe do Campus Party. Quem não tem jornalista caça com cientista mesmo!

    A propósito, cientistas sabem que a fonte da informação é tudo.

  5. putz, tô nessa de blogs há quase 8 anos e desde o começo é essa mesma lenga-lenga, não muda!!

    seu post tá excelente!!! tem uma pá de jornalista burro como tb tem uma pá de blogueiro tão autocentrado e pensando em atrair hits e na p* da monetização q não publica qquer bobagem.

    o engraçado é q “coincidentemente” os melhores blogs são os de jornalistas (formados ou não).

  6. Belo ponto, Jonny. E nessa questão o Pedro foi gênio: provocou um debate que virou um fla-flu. É a mesma coisa que vimos no debate do Estadão, ano passado: não dá pra debater de igual pra igual com macacos velhos do jornalismo, falta uma certa “escola de debate” pros bloggers. Talvez o Cardoso tenha se saído melhor no debate, mas também entrou no clima fla-flu. Eu acho isso contraproducente, nenhum dos lados ganha. 1abs

  7. Jonny,

    Eu fui um dos que se dirigiram diretamente aos participantes do debate de anteontem após o dito cujo. Pra mim, e muita gente que conheço, essa briga não leva a nada. Temos muito a aprender um com o outro, jornalistas e blogueiros, e podemos colaborar para um ambiente melhor na imprensa.

    Infelizmente, sempre existem radicais em ambos os lados, que não querem essa aproximação e preferem rivalizar.

    Vou te lembrar do BlogCamp de agosto passado, quando eu convoquei jornalistas da imprensa tradicional para uma mesa redonda. Poucos toparam comparecer e um deles foi exclusivamente para defender os interesses da empresa para a qual trabalha.

    Apontar os erros do outro, dos dois lados, é muito fácil. Mas existem também as ocasiões em que referenciamos o trabalho do outro. Enfim, isso varia muito conforme o momento. Na minha modesta opinião, plenamente natural.

    No mais, o Campus Party foi muito bom em diversos aspectos, mesmo nos atritos, mesmo nas discussões. Ninguém é perfeito.

    Abraço

  8. No fim, jornalista, blogueiro, astronautas e tosquiadores de bode, são todos pessoas. Todos com suas falhas…

  9. Johnny,

    Pude acompanhar cada acontecimento em relação ao bloqueio do Google na bancada 2 do Campus Party. Como a mensagem havia sido escrita num txt e manualmente, dificilmente teria sido feita pela CP.

    Ainda bem que esse assunto se resolveu logo após. Infelizmente minha senha do Twitter foi roubada e pode ter tido ligações com isso.

    Abraços
    Renê Fraga

  10. Pingback: Pensar Enlouquece, Pense Nisso.

  11. outro caso de jornalistas fazendo absurdos, no sbt mostraram no vocabulário a palavra “geek” escrita assim: Geaky

    Tinha outra palavra, que também estava errada… não me lembro agora por causa do sono… mas prestem atenção, de 2 palavras ditas, as duas estavam erradas…

    Não que blogueiros não errem, mas é que queria mostrar essa gafe da turma do Abravanel

  12. Pingback: Jornalista e blogueiro é a mesma coisa? « Jackson Medeiros Weblog

  13. Pingback: Campus Party e os mundos em colisão | Entropia !

  14. Pingback: O que falta falar de Campus Party? ah tá, jornais x blogs… - Entendendo o Mundo

  15. Pingback: Global Voices Online » Brazil: Whose, and what kind of party, was Campus Party 2008?

  16. Pingback: O VENTILADOR.ORG » Blog Archive » Eu Defendo e Assino

  17. Pingback: OVENTILADOR.ORG » Eu Defendo e Assino

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>