Toma essa Jonny! Um iPhone…

Vou ter que trocar o “slogan” do meu blog, mas não tenho como não postar esse vídeo!!! A Renata passou na Apple Store de NY e postou esse vídeo no YouTube em minha homenagem! Só para me deixar com inveja!

(se você não conseguiu entender o que ela fala, é exatamente o título desse post)

Renata e Jonny na formatura

Heavy Metal!!!!

Assine o feed do Infoblog Feeds do Infoblog

Compartilhe este texto via Orkut Compartilhe este texto via Facebook Compartilhe este texto via Twitter Compartilhe este texto via UEBA Compartilhe este texto via Google+

Veja também

6 Comments so far

  1. Anny Rose on July 26th, 2007

    Caramba, o quê que houve com essa foto? Tanto você – comparando com outras fotos – quanto ela – comparando com o vídeo – ficaram mais velhos. o0′

  2. jonny on July 26th, 2007

    Talvez a roupa de gala (era uma formatura)…

    Mas eu sou velho…

    RA RA RARA

  3. Amanda on July 26th, 2007

    Mas iphone funciona no Brasil??? Outro dia ouvi uma promação de uma rádio, eles queriam dar um iphone para os ouvintes, mas disseram que não funcionava, então dariam outra coisa… Era uma pegadinha???

  4. jonny on July 26th, 2007

    Olá Amanda!

    O Iphone pode funcionar no Brasil, já que é quadriband e funcionaria tranquilamente nas redes que temos no Brasil.

    Só que…

    A Apple tem um acordo com a AT&T (operadora) nos EUA e o iPhone só funciona com a ativação deles. Ou seja: ele só funciona lá!

    Mas …

    Hackers já conseguiram hackear algumas coisas. Daqui a pouco vai estar funcionando tranquilamente… pode acreditar! 🙂

  5. Alexandre Fugita on September 7th, 2007

    Toma essa, jonny! iPhone! até rimou, hehehe!

    Só por essa sua birra contra o iPhone, sempre que falar dele vou linkar para o Infoblog. Googlebombing! hehehe!

  6. jonny on September 8th, 2007

    RA RA RA RA!!!
    Não é birra… eu acho que fizeram um auê tão grande dum produto que vai demorar uns 2 anos até chegar ao brasil e que vai sair o olho da cara que achei que nem valia a pena ficar comentando…

    Mas o motivo principal era “como comentar uma coisa que eu sequer vi ao vivo?”

Leave a reply