Esse post é uma bosta ou você acha uma bosta?

mr hank

(reproduzindo um post meu no Facebook, mas editado)

Uma das maravilhas das redes sociais é que todo mundo pode emitir sua opinião sobre qualquer assunto. Também pode ler e concordar ou discordar. O problema é que ultimamente tem aparecido tantos “especialistas sobre tudo” e tantos leitores do tipo “se tá na internet é verdade” que estamos perdendo a noção (me incluo nisso) da diferença entre opinião própria e uma opinião aprofundada.

A diferença de escrever “é uma bosta” e “eu acho uma bosta” é que o primeiro deve ser uma opinião embasada em conhecimento técnico, prático, cultural, histórico, artístico, de usabilidade, etc etc etc, enquanto o segundo é meramente dar uma opinião normalmente sem embasamento nenhum, só no achômetro mesmo.

As pessoas tem todo direito de dar opinião sobre qualquer coisa. Mas não queira passar uma opinião na base do “eu acho” como se fosse a verdade absoluta.

Um exemplo:
“O celular BELTRANO é uma bosta. Se o fabricante coloca uma tela gigante e de ótima qualidade, o mínimo que se espera é um processador, quantidade de memória, bateria e uma câmera do mesmo nível. Como o preço é extremamente alto para o hardware que é, não vale a pena”

“Eu acho o celular BELTRANO UMA BOSTA porque odeio o sistema operacional iOAndroidPhone”

Ou, algo mais simples: Qualquer um pode achar Mozart uma bosta, mas dizer que Mozart é uma bosta são outros 500.

Portanto, faça um favor para alguns de seus followers que acreditam em tudo o que leem na internet. Deixe isso BEM CLARO.

(aguardando os comentários “Eu achei esse texto uma bosta” e “Esse texto é uma bosta”)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *