Hora do Almoço 01- Tenho 37, da pra aprender a programar?

Resolvi voltar a blogar aos poucos aqui no Infopod. E para começar, vou voltar com o “Hora do almoço”, onde escrevo posts rápidos, sem revisão e sem muita pesquisa! 🙂

E para o primeiro texto, vou responder a pergunta enviada pelo O Mexicano (@parreiras_gugu) para o meu twitter @jonnyken

“Tenho 37, da pra aprender a programar? Como começar?”

A resposta é simples: Dá! Mas primeiro precisamos vencer um mito bastante popular que talvez não seja tão verdadeiro assim.

É comum dizerem que a partir de uma determinada idade, vamos perdendo a capacidade de aprender algo completamente novo. Para algumas áreas é verdade. Por isso é mais fácil aprender 2 ou mais idiomas quando criança. Mas pesquisas mais recentes já estão demonstrando que para muitas áreas a capacidade de aprendizado permanece intacta mesmo após anos.

Pode ser que aos 37 anos a velocidade de aprendizado de programação não seja tão rápida como a de que um adolescente de 15 anos. Afinal programar ao meu ver (mero “achômetro”, sem nenhuma comprovação científica) está mais na linha de aprender a falar um novo idioma do que uma nova tarefa, MAS NADA QUE UM POUCO DE DEDICAÇÃO EXTRA NÃO RESOLVA!

Só que existe uma grande vantagem de começar a programar mais tarde: a experiência de vida. Ela ajuda a resolver mais facilmente problemas relacionadas a lógica, que é extremamente essencial na hora de desenvolver. Também ajuda a prever possíveis situações que muitas vezes alguém mais novo jamais pensaria.

Sobre aprendizado tardio, posso citar dois exemplos de casa. Meus pais tem mais de 70 anos e começaram a usar computador há uns 7 anos e hoje usam normalmente, como se tivessem mexido por toda vida. Minha mãe ganhou recentemente um smartphone e é interessante como está passando pelos mesmos processos de aprendizado novamente, só que agora com muito mais confiança e menos medo de quebrar o dispositivo.

Mas o que acho mais complicado é o tempo para estudos. Se você não trabalha na área, terá que usar o tempo livre para estudar e ganhar experiência em algo novo que não necessariamente vai ajudar diretamente na sua atual carreira. Isso desestimula muita gente, porque não é fácil abrir mão do tempo de lazer com a família e amigos.  E ainda disputa o tempo com o trabalho de atualização na carreira atual.

Mas se você não desistir, vai transformar cada pequena conquista (mesmo que inicialmente seja um simples “HELLO WORLD”) em uma vitória muito saborosa. E programar é delicioso porque é possível criar pequenos objetivos diários para serem alcançados. E no final ver seu filho projeto nascer é inesquecível. E isso fará com que o tempo investido nesse trabalho todo seja recompensador!

Resumindo: É claro que é possível aprender a programar com 37 anos. Talvez não seja tão fácil como com 15, mas é igualmente recompensador. Mesmo que seja por hobby, para manter o cérebro ativo ou para buscar uma nova carreira. E dedicação e força de vontade conta muito para atingir qualquer objetivo, independente da idade.

Almoço de hoje: Big Tasty. Acho que não comia ele faz uns 3 anos!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *