Veja minha entrevista com o Rubén Magnano, técnico da Seleção Brasileira de Basquete

AA6P2789

Aqui é um blog de tecnologia, mas algumas vezes abrimos exceção quando o motivo é nobre. E hoje temos um motivo mais do que nobre.

A convite do Bradesco, eu e o pessoal do Blog “Homens brancos não sabem blogar” fomos convidados a fazer perguntas para integrantes da Seleção Brasileira de Basquete Masculino. Fui agraciado com perguntas para nada ninguém menos que Rubén Magnano, uma pessoa que tem como currículo um vice campeonato mundial e um ouro olímpico (derrotando o Dream Team)! Nada mal, ein?

Dos esportes que acompanho, basquete só perde para o futebol, e somente porque o número de programas produzidos no Brasil é muito menor do que fora. É o esporte que sempre joguei e que se fosse para ser profissional (e se tivesse capacidade, claro), seria o que escolheria. É o que eu estudava tática, técnica, treinamentos, jogadores, técnicos, etc etc etc. Por ai você consegue imaginar a minha alegria ao receber o convite.

Seguem as minhas perguntas e suas respostas!

AA6P5913

1. Com todos os titulares a disposição, era de se esperar uma defesa muito mais forte, mas o ataque que acabou surpreendendo. O que mudou dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 para a Copa do Mundo na Espanha 2014?

RM – Tivemos uma primeira fase muito boa, onde o Brasil ficou em segundo lugar como a melhor defesa. O que percebi de Londres para a Espanha é que o time estava muito mais entrosado.

2. Como explicar um time que ficou em último no torneio classificatório e agora ficar entre os 8 melhores do Mundial2014 com atuações convincentes? Foi a chegada dos jogadores que não jogaram o torneio classificatório, o ânimo que esses jogadores trouxeram ou foram as mudanças no estilo de jogo da equipe?

RM – Nenhuma seleção do mundo atualmente, a não ser os Estados Unidos, podem ficar sem seus principais jogadores. Com a Seleção Brasileira completa sempre estaremos com chances de brigar pelas primeiras colocações.

3. Atualmente o basquete é um dos esportes com maior visibilidade nos Jogos Olímpicos. Como seria um confronto Brasil completo contra os EUA jogando no Brasil?

RM – Acredito que seria um jogo muito importante para o basquete brasileiro, com toda torcida apostando no Brasil para fazer uma grande partida diante dos maiores favoritos a medalha de ouro. Seria muito interesante.

 

4. O que aconteceu no jogo contra a Argentina? O Brasil que impôs seu jogo, os argentinos sentiram muito a falta do Ginóbili ou tudo isso?

RM – Acredito que o Brasil tenha feito uma das melhores partidas desde que assumi. Jogou com uma defesa forte, o ataque não precipitando e procurando sempre às melhores opções para decidir. O Ginóbili é um grande jogador, mas não acredito que ele poderia tirar todo o volume de jogo que apresentou o Brasil.

5. O Brasil teve um apagão no terceiro quarto contra a Sérvia. Apagões são muito comuns no esporte mas com seleções Brasileiras sempre acabam em tragédia. Por que isso dificilmente afeta por exemplo os argentinos?

Absolutamente normal para qualquer seleção do mundo acontecer apagões, inclusive com a Argentina.

Ps1 – Obrigado ao Marcelo Salgado por fazer esta ponte aérea para a entrevista! 😀
Ps2 – Esse Tweet resume minha alegria pós jogo contra a Argentina!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *