A importância do Cartão de visitas para “fazer Networking”

Você pode fazer 4 coisas em um evento como o Campus Blog – aprender alguma coisa com a Oficina, rever os amigos, se divertir ou fazer contatos, o que “popularmente” é conhecido como networking.

Hoje em dia fazer contatos é tão importante no mundo corporativo e no mundo acadêmico que os “coffee breaks” mudaram de nome para “networking break” e não duram mais 15 minutos. Duram 1 hora.

E nessa história toda não existe nada mais importante do que o bom e velho cartão de visitas! Por exemplo: ontem uma pessoa veio elogiar meu trabalho com o Infoblog, e na hora de falar do blog dele, ele não possuía um cartão com o endereço. Se não tivesse no meu computador, eu não conheceria o blog dele e não estaria citando ele aqui (o Andreas Almeida do Bloing – Blog que fala sobre aviões)

Quando fui ao Blogcamp PR10 lá em Curitiba fiquei impressionado em ver como em um evento onde tem basicamente a função de discussão e contatos, praticamente NINGUÉM tinha um cartão de visitas. Por sorte, blogueiros são pessoas engajadas eletronicamente e todo mundo acaba linkando entre si. Mas em um evento como o Campus Party, onde temos contato com vários outros usuários de informática, é inadmissível não trazer um cartãozinho de visitas para divulgar seu trabalho.

Cartão do Techbits

Alexandre Fugita, do Techbits

Jonny, eu não tenho dinheiro para gastar para imprimir cartões… como faço?

Existem cartões de diversos tipos, desde os mais baratos (papel e caneta), os mais caseiros (cartões Pimacos destacáveis) até os profissionais. E todos funcionam muito bem.

Eu acho legal

Cartão do Eu Acho Legal

Esse acima foi feito no papel e caneta. Contém o link e no verso uma frase engraçada, todas diferentes entre si, o que fez com que todos que estavam no evento ficassem comparando as frases dos cartões… A minha era “odeio quando a minha caneta começa a falh…”

Eu crio.com

Esse é o do Helder, do “Eu Crio”, um dos primeiros cartões que eu recebi lá no Startup Camp. Por causa desse cartão acabei assinando o feed dele, mostrando que cartões funcionam.

Para profissionais que trabalham com design, um cartão mais elaborado ajuda a passar uma ótima imagem do seu trabalho. Veja esse do Neyl e do Inovavox.

Agência WX

Inovavox

Você pode utilizar cartões de visitas para fixar uma marca, como o Manoel Netto.

Manoel Netto

Seja qual for o tipo de cartão, o mais importante é que ele passe todos os seus dados – nome, blog, url, telefone, email – e se achar necessário, msn, skype, twitter, etc…

Para terminar, uma frase do Max Gehringer, que era mais ou menos assim: “Existem 3 fases na vida de um profissional: Quando você não tem um cartão de visitas, quando você tem um cartão de visitas e quando você não precisa mais de um cartão de visitas…”. Acho que na Blogosfera somente o Interney atingiu o 3º nível! Com um simple “#eamob” no twitter ele juntou umas 40 pessoas em menos de 30 segundos!

Dicas de leituras:

Inovavox – Cartão de visita de blogueiro
Blosque – 10 estratégias para um network poderoso, parte I , II e III

14 thoughts on “A importância do Cartão de visitas para “fazer Networking”

  • 13/02/2008 at 8:25 am
    Permalink

    Opa Jonny!

    Não que eu discorde da tese central… mas num evento geek como o Campus Party, o pessoal deveria mandar o cartão por bluetooth (quase todos os celulares dos presentes tem!) ou para o pda…

    Deixar o papel como última opção… inclusive minhas amiginhas árvores agradecem 🙂

    []’s

  • 13/02/2008 at 10:01 am
    Permalink

    Sergio

    A moda Geek seria ter um e-code! rs rs rs Teve gente que divulgou seu site assim! Deixou um mont”ao de e-des espalhados pelo Cparty.

    Mas eu conheço poucas pessoas que utilizam bluetooth ou infrared para passar esses dados. Eu que me considero geek nunca usei.

    Mas a idéia do cartão é ser algo extremamente simples… trocar por bluetooth é legal e prático, mas não é agil

  • 13/02/2008 at 11:39 am
    Permalink

    Sem dúvida! Mas ter um cartão em bluetooth é uma boa idéia… quando esbarrar por você aqui na Campus Party vou te enviar o meu..

    Dispostivo SergioBlogA1200 🙂

  • 13/02/2008 at 12:53 pm
    Permalink

    Ótimo ter divulgado alguns cartões de outro blogueiros, dá inspiração 😉

  • 13/02/2008 at 1:06 pm
    Permalink

    Sérgio,

    Eu nunca fui muito a favor do cartão de papel, sempre preferi a versão eletrônica. Mas vi que o de papel ainda é muito útil pois funciona fora do ambiente geek, hehehe!

    Jonny,

    Muito bom seu post, é daqueles clássicos da blogosfera. Mas peraí, ontem vc foi reconhecido também, sem cartão, hehe, que eu vi!

    Abraços!

  • 13/02/2008 at 3:03 pm
    Permalink

    Oooo, Jonny
    só falta você mostrar o SEU cartão, né?

    beijos
    Mari

  • 14/02/2008 at 9:00 am
    Permalink

    Fugita
    O seu foi o 1o cartão que eu recebi, lá naquele evento de blogs na paulista (da Lucia Freitas e da Ana Carmen). Foi ai que eu pensei “caramba… não tenho cartões! que falha”

    Mari Fullen
    Verdade, eu esqueci de colocar o meu, mas é um com logo no canto superior esquedo e nome e dados no inferior direito. super tradicional! :p

    Bruno!
    Ficou muito legal os cartões!!!

    Os meus próximos eu vou fazer frente e verso… logo na frente e descrição atrás!!! fica bem legal!!!

    Abraços!

  • Pingback: Infoblog » Drops - Gadgets para cobrir eventos

  • 20/02/2008 at 11:56 pm
    Permalink

    Olá Jonny! Muito obrigado pela elogiosa menção ao meu cartão da Agência WX! 🙂
    Se você visse o meu primeiro cartão, ia cair de costas…risos

    Abração

  • 17/03/2008 at 5:03 pm
    Permalink

    O meu é frente-e-verso. 😛 Já pensei em inúmeras mudanças para ele, mas antes tenho que acabar o estoque de 1.000 cartões – acho que só na próxima vida!

    E você tem razão: cartão via bluetooth pode ser interessante como conceito, mas a demora para parear e transmitir enche a paciência. Sem contar que tem gente que vai receber o cartão eletrônico e nem vai olhar.

  • 17/03/2008 at 5:31 pm
    Permalink

    Lu

    Acho que mais legal do que parear o celular é usar o QR code…

    Alias…

    PUTA QUE PARIU!!!! porque eu não fiz a camisa com um QR Code!!??? BUAAAAAAA

  • 27/09/2008 at 10:00 am
    Permalink

    ola queridos que ideias bacanas eu to començando agora spero de encontrar alguem para ajudar-me a me virar suazinho.obrigado galera

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *